Erros financeiros que te impedem de prosperar

Confira hábitos simples do dia a dia que fazem um desfalque no seu bolso

É comum as pessoas se perguntarem porque a vida financeira não está andando, quando chega este questionamento é bom fazer uma reflexão de quais práticas você anda tendo em relação ao dinheiro que podem estar atrapalhando o seu desenvolvimento. Confira algumas delas e descubra o quão simples pode ser evitar algumas ações.

 

Pagar seguro do cartão do cartão de crédito

Muitas vezes na hora de fechar o contrato do cartão de crédito, a empresa coloca um seguro e a pessoa nem percebe. O fato é que esses seguros são ilegais, afinal, todo cartão de crédito é obrigado a cobrir qualquer dano que você tenha. Por isso, se a atendente falar que o seguro garante que você será ressarcido em caso de roubo ou clonagem do cartão, você tem o direito de recusar e expressar que isso não está dentro da legalidade.

Se você já tem o cartão e está em dúvida se esse seguro fez parte da aquisição, verifique sua fatura e ligue imediatamente para cancelar. Ele pode custar em média R$ 10 por mês, em um ano foram R$ 120 perdidos.

Financiar carro sem entrada

O sonho do carro zero pode fazer com que você tome algumas decisões sem pensar, uma delas é comprar o veículo financiado sem entrada. Isso porque as montadoras não acompanharam a redução da queda de juros e o seu carro pode ficar muito mais caro. Em um exemplo bem simplificado, pode ser que você compre um carro, pague dois e na hora de vender, venda pela metade que pagou. O ideal neste caso é comprar à vista ou financiar o menor valor possível.

Parcelar a fatura do cartão de crédito

O parcelamento da fatura do cartão é um dos maiores motivos de endividamento dos brasileiros, isso porque estes juros são os mais altos do Brasil. Neste caso, se não conseguiu pagar a fatura integralmente, procure outras alternativas, como um empréstimo com alguém próximo. 

Outra opção é um crédito mais barato. Se você tiver um carro, é possível refinanciar uma parte dele para pagar a dívida do cartão de crédito, isso porque os juros são menores. Enquanto os juros do cartão são cerca de 12%, do refinancimento pode ser de 1,5%.

Contar com o cheque especial

Muitos não têm noção de como funciona o cheque especial, ele nada mais é que um empréstimo de fácil aquisição e com juros altíssimos, os mais caros do mundo. Mesmo que tenha na sua conta um limite disponível, esteja atento e não utilize o valor disponível, no final pode custar muito caro.

Investir influenciado pelos outros

Muitas vezes um parente ou amigo próximo recomenda um investimento rentável, que deu certo pra ele, contudo, você precisa investir baseado no seu perfil e no valor que possui.

Cuidado com os esquemas de pirâmide financeira, vale lembrar que além de ser arriscado, é um “investimento” ilegal, crime contra a economia popular. Desconfie de qualquer promessa de rentabilidade alta e não siga dicas de investimento de quem não é especialista no assunto.

Tags: finanças planejamentofinanceiro

Veja mais